Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Lucien Febvre’ Category

Esse livro traz anotações de Lucien Febvre relativas aos cursos por ele ministrado entre 1945 e 47 acerca do tema que o título refere. Cada capítulo diz respeito a uma aula, e o livro percorre um trajeto que vai das considerações gerais sobre o sentimento da honra e o conceito de pátria a seu estado nos ano 40, os turbulentos tempos que inspiraram a meditação de Febvre.

Escreve divinamente. Se mesmo nessas anotações que talvez nem fossem para ser publicadas, se mesmo pelo filtro da tradução, resiste uma qualidade que salta, uma beleza de ímpeto, quem dirá em alguma obra grande como Combats pour l’Histoire, que ainda não tive a chance de ler? Só li algumas outras coisas soltas de Febvre, que mal lembro de onde eram, mas digo que é um de meus historiadores prediletos.

Os capítulos que tratam do nascimento medieval da honra e de sua transformação na aurora da modernidade são os melhores. Há momentos geniais, como a relação que o autor faz entre o sentimento de fidelidade oriundo do laço de vassalagem e a moral cristã no nascimento do juramento por honra. Outra parte que me impressionou foram as considerações sobre a tradição espanhola no capítulo sobre o Cid, de Corneille.

Mas Honra e pátria tem muitos defeitos. Sobretudo, parece, ao fim, um livro fraco, sem muito a acrescentar. E há perigo de o leitor fazer um mau julgamento do autor se não tiver consciência de que a obra foi montada com anotações esparsas encontradas postumamente.

Edição: Civilização Brasileira, 1998. Tradução: Eliana Aguiar.

 

Viktor Vasnetsov, Um cavaleiro na encruzilhada, 1878.

 

Read Full Post »