Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Cyrano de Bergerac’ Category

Cyrano de Bergerac é uma bela peça escrita em verso por Edmond Rostand em 1897. A tradução que li foi a de Carlos Porto Carreiro, comentada por Ivo Barroso aqui. Cyrano é um personagem realmente fantástico, espadachim e poeta, cômico e impressionante. Tem um nariz de tamanho anormal e um temperamento extravagante. Abusando da capa e do chapéu com penas, está na sessão dos heróis fora de moda, enterrado muito mais fundo que os três mosqueteiros e Robin Hood.

Cyrano existiu de verdade. O que Rostand fez, assim como alguns outros autores, foi teatralizar sua vida por demais agitada e polêmica. É um desses personagens históricos cuja vida na literatura torna difícil de se desenlaçar a verdade da fantasia. O fato é que escreveu peças, poemas e dois livros cômicos de história – aqui, uma de suas peças.

O Cyrano de Rostand, apaixonado e galhofeiro, faz coro com outros personagens muito interessantes, como o pasteleiro-poeta Ragueneau. O número de personagens é mesmo muito grande, devia ser uma peça barulhenta de se assistir. Pelo menos, é barulhenta de se ler. Acima de tudo, é um espetáculo, um desfile fascinante de tipos da época.

 

Anônimo, Cyrano de Bergerac, século XVII.

Anúncios

Read Full Post »